PEDAL ESPECIAL DO MÊS

O Pedal Especial do Mês é um encontro comunitário independente de ciclistas e grupos de pedal, que o Bike Zona Sul promove gratuitamente para incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte e turismo.

A ideia é marcar um ponto de encontro para uma coincidência de pessoas vindo de toda a cidade, sejam de grupos ou não, para realizar o passeio junto aos seus amigos, familiares e colegas de pedal, de forma independente, estimulando o cicloturismo autossustentável e a ocupação dos espaços públicos com a bicicleta, conforme garante o Código de Trânsito Brasileiro.

Bike no Metrô - Foto: Paulo Alves

FOMENTO AO CICLOTURISMO

O objetivo é incentivar o uso da bicicleta, por isso, venha pedalando ou utilize o transporte público para chegar ao ponto de partida, que geralmente são locais próximo à estações de trem ou metrô. Recomenda-se utilizar a segunda opção para economizar energia para o percurso.

Cicloturismo nas Balsas da Ilha do Bororé - Foto: Rex Andarilho

DIVULGAÇÃO E PARCERIAS

Para a divulgação desses passeios, buscamos sempre a parceria com movimentos sociais e pessoas atuantes da bicicleta, como por exemplo, nosso parceiro Fernando Bike, Marivaldo Lopes da Parelheiros Turístico, Márcio Salviano da Holanda Bike, Coletivo Imargem entre outros.

Ponto de Encontro dos ciclistas no Parque das Árvores, Grajaú - Foto: Paulo Alves

ENCONTROS

Os grupos se encontram mensalmente em uma data divulgada, através de uma página específica de evento no facebook e/ou demais redes sociais para conhecer um determinado roteiro previamente visitado e mapeado pelo Coletivo Bike Zona Sul.

Cicloturismo na Ilha do Bororé - Foto: Rex Andarilho

PEDAIS VOLUNTÁRIOS

Estamos trabalhando voluntariamente para divulgar e criar rotas de cicloturismo no Pólo de Ecoturismo de São Paulo, localizado na região de Parelheiros, Marsilac e Grajaú, fazendo com que as pessoas conheçam pontos históricos da região, como a Igreja de Parelheiros, a comunidade de Colônia Paulista, Ilha do Bororé, entre outros, além das riquezas naturais existentes no extremo sul da cidade, buscando o conhecimento e a preservação desses mananciais.

Pedal Especial do Mês Cachoeira do Marsilac - Foto: Fernando Bike

O passeio é totalmente COMUNITÁRIO, ou seja, cada um é o próprio responsável por sua bicicleta, objetos e ações cometidas. A ideia é que seja um encontro de ciclistas como no evento da Tradicional Descida à Santos ou Massa Crítica. Sendo assim, NÃO HÁ LÍDERES, apenas ciclistas locais que auxiliam os grupos de pedais e ciclistas visitantes. É extremamente necessário que o ciclista CONHEÇA OU PESQUISE SOBRE O TRAJETO, evitando riscos para si mesmo. Não há carro de apoio: o ciclista deverá percorrer o trajeto com seus próprios meios e recursos, portanto, é preciso vir PREPARADO.

Todos os participantes devem andar SEMPRE juntos, em grupos e velocidade baixa entre 10 e 20km/h (inclusive em descidas), sem andar à frente de seu grupo, para que todos possam acompanhar o mesmo ritmo e evitar que carros entrem no meio dos grupos de ciclistas. Esperaremos todos se reagruparem e descansarem, sempre que alguém ficar para trás, quantas vezes for necessário.

“O certo é o certo, mesmo que ninguém esteja fazendo. O errado é errado, mesmo que todo mundo esteja praticando.” - Autor Desconhecido.

Bicicleta também é um veículo e deve ser conduzida de forma responsável. RESPEITE a sinalização de trânsito. Ocupe somente a faixa da direita e respeite os faróis, faixas de pedestres, enfim, todas as orientações de trânsito. Não abuse da velocidade! Evite acidentes! Não estrague o seu passeio e o dos outros participantes! Faça desse encontro um divertimento saudável para todos.

Ciclistas passando sob o Rodoanel na Ilha do Bororé – Foto: Rex Andarilho

Para ficar por dentro dos passeios, acesse o grupo no facebook “Bike Zona Sul Cicloturismo“, clique em “PARTICIPAR” e receba as notificações de quando irão rolar os passeios.

ATENÇÃO: em caso de chuva / garoa, o pedal estará CONFIRMADO mesmo assim, pois entendemos que a bicicleta é um meio de transporte para qualquer clima, afinal, não somos de açúcar, não é?  Portanto, leve sua capa de chuva e vamos pedalar!

Obs.: SOMENTE em caso de CHUVA COM TROVOADAS, teremos que cancelar o passeio, onde publicaremos um aviso com UMA HORA de antecedência.